Diário de Luiz Felipe

por  LUIZ FELIPE BRASIL SANTOS

Este é meu diário


Meu nome é Luiz Felipe Brasil Santos, e sou magistrado (juiz de direito, hoje Desembargador) no Rio Grande do Sul. Tenho 50 anos de idade, sou casado, e fiz o Caminho, sozinho, em setembro/outubro de 2000, iniciando por Roncesvalles, no dia 09 de setembro e terminando em 07 de outubro. Ao todo, 29 dias, sendo 27 de caminhada, com paradas de um dia em Burgos e Leon.

Meu contato com o Caminho foi a partir da leitura do livro "O CAMINHO DAS ESTRELAS", do jornalista gaúcho Sérgio Reis. Desde então, decidi que um dia faria o Caminho. Alguma coisa me chamava para essa tarefa, como um imã. Não por razões religiosas, porque não sigo nenhuma religião formal, mas pelo espírito de aventura, de busca do desconhecido, do desafio pessoal, da superação de limites. Confesso que não tive nenhuma iluminação excepcional no Caminho (sou muito cético para essas coisas), mas mesmo assim foi uma experiência de vida inesquecível, uma sensação de liberdade e descompromisso inédita para mim, um "descolamento" de minhas circunstâncias existenciais, porque no Caminho nada mais somos do que peregrinos, sem vínculo de espécie diversa com o outro, que todos são também peregrinos, e nada mais.

Espero que o despretencioso relato de minha jornada possa ser de alguma utilidade para quem pretende futuramente deixar a marca de seus passos naquele roteiro milenar.

Este é meu diário.